segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

David Bowie - Nas estrelas

Semana passada tivemos a triste notícia do falecimento deste grande músico, artista, compositor, estilista, ator, diretor, produtor...e tudo que ele foi, David Bowie.





















David é considerado um dos músicos populares mais inovadores e ainda influentes de todos os tempos, sobretudo por seu trabalho nas décadas de 1970 e 1980, além de ser distinguido por um vocal característico e pela profundidade intelectual de sua obra.

Tive a grande oportunidade de visitar a exposição dele no MIS - Museu de Imagem e Som de SP em 2014.
Foi uma experiência incrível pois era uma exposição que se utilizava fone de ouvido, e a cada parte que se andava, ouvia-se trechos de música e áudios. Perfeito.


























Fica a dica das minhas músicas favoritas e o filme que eu assisti dele, que apesar de totalmente nonsense (pra mim, preciso assistir de novo para encontrar sentido), foi muito bom:



E a matéria que eu mais gostei escrita pelo Sensacionalista para homenageá-lo:

David Bowie é flagrado entrando em disco voador para voltar à sua terra natal


O alienígena conhecido no planeta Terra como David Bowie foi visto embarcando em seu disco voador na madrugada desta segunda-feira.
Com uma longa carreira nas artes terráqueas, Bowie chegou ao planeta com 900 anos de idade, embora aparentasse ter apenas 25 quando lançou algumas das maiores canções populares até ali, sempre lembrando de suas origens fora deste planeta.
Algumas delas: “Space Oddity”, “Life on Mars?” e “Starman” (que resistiu bravamente a um atentado da banda brasileira Nenhum de Nós que a traduziu como “Astronauta de Mármore”).
Bowie estaria acompanhado de alguns amigos. Ziggy Stardust (aquele que conseguia tocar guitarra), Alladin Sane, Major Tom e White Thin Duke assistiram ao embarque do alienígena. Segundo os amigos, Bowie voltará à sua terra natal, um planeta muito mais avançado do que a Terra. Lá, um artista não é definido por sua sexualidade, não fica restrito a apenas um campo de atuação e pode se reinventar eternamente sem precisar dar satisfação a críticos.
“Nos sobraram cinco anos para chorar”, disse o amigo Ziggy Stardust, talvez sugerindo que o cantor faça uma volta em alguns anos.
No rádio de seu disco voador, Bowie mandou dizer que amava sua mulher e falou algumas palavras ao entrar em órbita:
– Estou muito acima do mundo. O planeta Terra é azul e não há nada que eu possa fazer.
As últimas palavras de David Bowie antes de seu disco voador alcançar a velocidade da luz foram: “Podemos ser heróis por um dia”.
M Zorzanelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário sobre isso é muito importante pra mim! Gostou?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...